Make your own free website on Tripod.com

VOLTAR PARA PÁGINA INICIAL

The (ex)Elder's POV


Arruinar os que arruinam a Terra?

Por Don Lucca

Todos os grifos, negritos e itálicos em citações de fontes que não sejam deste mesmo Site foram acrescentados pelo autor deste artigo.

 

Se existe uma coisa que sempre me impressionou nas literaturas das Testemunhas de Jeová, são as constantes citações de Revelação (Apocalipse) 11:18, que reza que as forças celestiais iriam "arruinar os que arruínam a terra". E isto sempre me impressionou pelo fato que as aplicações deste texto pela Sociedade sempre foram pungentes ao enfocar aqueles que poluem o meio ambiente. Ou seja, as Testemunhas encaram que um dos assim interpretados integrantes do misterioso número "666", o "alto comércio ganancioso" e suas empresas e indústrias poluidoras, são o alvo da alegada destruição citada em Revelação 11:18.

Tem alguma dúvida do que citei até agora? Então confirmemos em uma fonte "absolutamente" segura, as literaturas da própria Sociedade Torre de vigia:

Despertai! 22/12/1994, pag. 11: "A vontade de Deus para com a Terra é que os homens sejam governados pelo Seu Reino, e que possam assim viver num ambiente sem poluição. É por isso que Deus está decidido a 'arruinar os que arruínam a terra'. (Revelação 11:18) Que poderoso ato de libertação isso será!"

A Sentinela 15/02/1993, pag. 7: "Jeová removerá os poluidores deliberados, impenitentes, e aqueles que rebeldemente desconsideram Seus princípios de ordem e limpeza. Não se permitirá a ninguém pôr em perigo o Paraíso restabelecido."

A Sentinela 15/04/1993, pag. 31: "Quando Jesus estava na Terra, ele não tentou solucionar todos os problemas sociais dos seus dias. Quando Jeová, por meio do seu Reino messiânico, puser em vigor seus princípios justos em escala global, serão resolvidos permanentemente os problemas ambientais. Portanto, as Testemunhas de Jeová adotam um conceito equilibrado. O amor ao próximo as induz a mostrar respeito pela propriedade dos outros, mas elas colocam legitimamente a pregação da mensagem do Reino de Deus em primeiro lugar". (Veja nota especial ao final da matéria)

Despertai! 08/01/1993, pag. 8: "Nas últimas décadas, a humanidade tem-se conscientizado de que as atividades humanas causam um impacto perigoso no meio ambiente. O desflorestamento maciço aniquila inúmeras espécies de animais e de plantas. E, visto que as florestas fazem parte do sistema pulmonar do planeta, sua destruição reduz também a capacidade da Terra de converter dióxido de carbono em oxigênio que sustenta a vida. Outro efeito é o enfraquecimento do solo arável e, por fim, a desertificação".

Despertai! 22/01/1993, pag. 11: "Empresas gananciosas imoralmente poluem o meio ambiente... Tanto o espírito humano como o meio ambiente estão poluídos. A Terra tem seus controles e estabilizadores inatos para tudo. Por ter o homem incorrido no pecado, a consciência humana, seu próprio controle interno, tornou-se corrupta, levando à poluição da Terra. Agora, só Deus pode controlar o homem. Só Deus pode salvar a Terra. Temos a garantia de que ele fará isso em Revelação (Apocalipse) 11:18, onde Jeová promete "arruinar os que arruínam a terra".

Agora analise friamente as sentenças escritas pela referida entidade religiosa. São CONDENADOS aqueles que de uma forma ou outra causam danos ao ecossistema do planeta. O que está envolvido em danificar o ecossistema? Somente alguns exemplos: desmatamento, exploração irracional de minerais e riquezas não auto-regenerativas a curto prazo (ex.: petróleo), processamento industrial através de meios químicos que lançam dejetos nocivos no ar, água ou mar, e assim sucessivamente.

Será que a Sociedade Torre de Vigia se abstém destas formas de destruição do planeta? Será que ela realmente "não arruina a terra"?

Vamos começar falando das literaturas impressas pela Sociedade:

Agora surge a pergunta: para que se produza todo esse arsenal impresso, o que é necessário, senão ferramentas e elementos que arruínam, destroem e poluem nosso planeta? Já parou para pensar em quantas árvores são sacrificadas para a produção de somente uma edição da revista "A Sentinela"? Ou quanta poluição a fábrica de papel lança na atmosfera enquanto processa a celulose? Portanto, a Sociedade Torre de Vigia faz parte daqueles que arruínam a terra, segundo a sua própria analogia nos leva a julgar.

E lembre-se do que nos diz a já citada A Sentinela de 15/02/1993, pag. 7: "Jeová removerá os poluidores...". Será que consegue identificar bem quem são esses poluidores? Acho que o volume de literatura que as Testemunhas produzem, prejudicando o ecossistema, as coloca exatamente neste grupo. Consegue refutar este fato?

Some-se a tudo isto a quantidade de serviços e materiais extraídos de forma irracional da natureza que a Sociedade direta ou indiretamente utiliza com freqüência:

Mais uma vez, lembre-se da já citada Despertai! de 22/01/1993, pag. 11: "Empresas gananciosas imoralmente poluem o meio ambiente..."

Afinal então, além das empresas ganaciosas da sua vizinhança, consegue identificar mais alguém que "arruína a terra"? Segundo as Testemunhas pregam, o que vai acontecer com estes?

Mas, como sempre acontece, cada vez que um assunto coloca uma pedra no sapato da Sociedade, ela dá um jeitinho de tentar disfarçar as coisas. Repetindo o que já havia citado, note o comentário no mínimo cômico feito em uma revista A Sentinela 15/04/1993, pag. 31: "Quando Jesus estava na Terra, ele não tentou solucionar todos os problemas sociais dos seus dias. Quando Jeová, por meio do seu Reino messiânico, puser em vigor seus princípios justos em escala global, serão resolvidos permanentemente os problemas ambientais. Portanto, as Testemunhas de Jeová adotam um conceito equilibrado. O amor ao próximo as induz a mostrar respeito pela propriedade dos outros, mas elas colocam legitimamente a pregação da mensagem do Reino de Deus em primeiro lugar".

Em outras palavras, o fato de as literaturas serem tão "importantes" para a salvação de outras pessoas, e ao mesmo tempo tão "interessantes", justifica seus atos de destruição do planeta. Esta é na verdade uma falsa analogia, completamente hipócrita e sem lógica! Então, se os fins justificam os meios, aceitar sangue justificaria manter a vida, tão sagrada para Deus; mentir justificaria quase todas as coisas feitas de boa intenção; enfim, para TUDO se encontraria uma boa justificativa dos meios utilizados. Consegue aceitar toda essa hipocrisia, essa conduta tão condenada pela Sociedade do "faz o que mando mas não faz o que eu faço"?

Agora analise friamente e tire suas próprias conclusões. Mas o faça de forma isenta, sem tendências programadas por manipuladores de mentes.

 

VOLTAR PARA PÁGINA INICIAL