Make your own free website on Tripod.com

Acusações não Respondidas

 

Home

Introdução

Doutrina

História

Sangue

Comentários

Curiosidades

Mensagens

Links

Autor

Por que as Testemunhas de Jeová não rebatem as críticas e acusações que recebem?

Todos os grifos, negritos e itálicos em citações de fontes que não sejam deste mesmo Site foram acrescentados pelo autor deste artigo. Elementos entre colchetes [exemplo] refletem a opinião pessoal do autor deste artigo.

Esta definitivamente é uma pergunta que muitos daqueles que não pertencem ou não pertenceram a esta seita certamente se fazem. Uma prova titânica de que as Testemunhas simplesmente ignoram as evidências da pouca seriedade de sua seita pode ser obtida na leitura do newsgroup do UOL, onde adeptos das Testemunhas, ao invés de mostrarem que os críticos estão errados ou são desonestos em seus argumentos, simplesmente tentam desacreditar as pessoas que denunciam as falcatruas da Torre de Vigia. Veja aqui uma mensagem que até o momento da escrita deste artigo não havia sido respondida.

Por que tais apologistas agem assim? Certamente porque obedecem a voz de comando superior, porque seguem cegamente aos ensinos da "organização mãe":

*** w96 1/2 24 Confie em Jeová e na Sua Palavra ***
Assim como o cirurgião age depressa para cortar fora uma gangrena, aja depressa para eliminar da mente qualquer tendência de queixa, de dessatisfação com o modo em que as coisas são feitas na congregação cristã. (Colossenses 3:13, 14) Corte fora tudo o que promova tais dúvidas. — Marcos 9:43. (Leia um comentário clicando aqui)

*** km 5/92 2 Reuniões de Serviço para Maio ***
15
min: Proteja-se da Apostasia. Consideração entre um ancião e um publicador, sentados a uma mesa. O publicador explica que encontrou no serviço de campo uma pessoa que tem lido publicações apóstatas. O publicador diz ao ancião que acha que o morador era sincero nas perguntas que suscitou. O publicador recusou ler a publicação apóstata que o morador lhe ofereceu, mas gostaria de tentar responder às perguntas do morador. O ancião elogia a boa atitude do publicador e o modo como agiu. Em vez de considerar o que apóstatas escreveram ou disseram, é sábio nos concentrarmos no ponto de vista bíblico dos assuntos, conforme delineado no livro Raciocínios. O ancião convida o publicador a abrir seu livro Raciocínios, e juntos recapitulam as páginas 41-4. A palestra deve ser animada e encorajadora, ao passo que consideram a definição de apostasia, cada tópico em negrito, e textos-chave selecionados, conforme a disponibilidade de tempo. Conclua a palestra com comentários positivos sobre toda a matéria edificante e animadora que temos à nossa disposição para estudo. Temos de transmitir uma mensagem edificante ao morador. Se for sincero, ele notará a diferença entre a abordagem positiva da verdade e a abordagem negativa e crítica dos apóstatas. Por rejeitarmos a maneira apóstata de pensar e a matéria que publicam, mostramos nossa lealdade a Jeová e à Sua organização visível.

Notavelmente, a Torre de Vigia ensina seus discípulos a covardemente ignorarem os argumentos daqueles que discordam fortemente de seus pífios ensinos e a acreditar que a sinceridade moveria alguém a não dar valor às críticas que tal organização recebe - sem que no entanto tenha suas questões respondidas. E de maneira extremamente hipócrita a Torre de Vigia coloca num prisma negativo as colocações "críticas" que são feitas contra ela. Esta é uma afirmação extremamente hipócrita pelo simples fato que se uma afirmação crítica deve ser vista de forma negativa, então todas as literaturas e ensinos de tal seita que definitivamente criticam e atacam todas as outras religiões deveriam ser vistos da mesma forma "negativa" que ela ensina que devam ser vistas as literaturas e argumentos "apóstatas" - quando a criticam. Hipócrita e covarde!

*** km 1/87 8 Não dê margem aos apóstatas! ***
3 Que dizer se se confrontar no serviço de campo com um apóstata ou com alguém que quer apenas discutir? Se a pessoa não for sincera, usualmente é melhor que nos excusemos e sigamos para a próxima porta. Os apóstatas e os opositores não estão interessados na verdade, mas servem apenas aos objetivos de Satanás. Mas, quando alguém faz perguntas sinceras, podemos apegar-nos a estas e responder à base das Escrituras.

Então agora as Testemunhas têm a capacidade de julgar se determinada pessoa é sincera, e pior ainda, numa curta conversação? Em outras palavras, este é o ensino trazido acima: "Se alguém tiver um argumento forte contra os ensinos da "grande mãe", fuja ou poderá ser facilmente convencido."

Por que a Torre de Vigia adota a tática de fugir das denúncias e críticas bem fundamentadas, ao mesmo tempo em que tenta denegrir a imagem dos dissidentes ou daqueles que discordam de seus ensinos e métodos? Duas possibilidades se construíram no passado recente:

1) Falta conhecimento e respostas lógicas. A situação se parece com aquela do paciente que vai ao médico repetidamente com fortes dores de cabeça, mas não vê melhoras no problema. Então lhe é receitado um simples analgésico que irá "disfarçar" o real problema, mas a doença real não foi curada, nem sequer descoberta. O médico falhou, seja porque não foi capaz de curar um mal simples, seja porque não foi capaz de diagnosticar a doença incurável que assola o paciente. Mas, pelo menos disfarçou o problema por fazer com que o sintoma - a dor - seja ignorado.

Da mesma forma a Torre de Vigia, não sendo capaz de rebater as críticas que recebe, prefere ignorá-las e disfarçar suas vulnerabilidades "patológicas" por atacar o sintoma, desacreditando e ridicularizando os críticos, que assim como a dor de cabeça, dão o alarme de que um problema muito sério existe. Mas, fazendo isto, a Torre simplesmente dá claras evidências de que sua capacidade de auto-defesa é nula, capaz apenas de enganar e disfarçar o terrível panorama espiritual e moral de tal seita daqueles que estão sob seu hipnótico controle.

Infelizmente sérias críticas e denúncias continuam sem nenhuma resposta, e nestas circunstâncias muitos se lembrariam daquele conhecido ditado popular: "Quem cala consente".

2) Por evitar dar respostas, a Torre de Vigia evita que o vazio de seus pobres argumentos venham à tona. Assim, mantendo o silêncio, ela tenta se colocar "em cima do salto" e acima daqueles que falam de forma crítica. Mas como seria possível conciliar tal postura covarde com o costume que a Torre de Vigia tem de hostilizar e criticar outras religiões? Afinal, ela faz com os outros aquilo que ela mesma condena quando direcionadas a si mesma: as críticas.

Enfim, fica evidente que a ausência de respostas às críticas recebidas pela Torre de Vigia se devem a falta de argumentos, e não é realmente por encararem o criticismo como impróprio - pois eles mesmos o são, tanto quanto os chamados "apóstatas", e extremamente ferozes.

"O pior cego é aquele que não quer ver"